X

Minha Dedicação Especial

Fique por Dentro

Mamoplastia Redutora

O Guia completo sobre Mamoplastia Redutora ou Redução de Mama

O que é Mamoplastia Redutora?

A mamoplastia redutora ou apenas redutora, como chamamos, é a cirurgia da redução de mamas.

Para que serve a Cirurgia Plástica para Reduzir as mamas?

O procedimento é feito em pacientes que têm problemas em decorrência das mamas grandes, como frequentes dores no pescoço e nas costas e/ou a coluna curvada pelo peso dos seios. Outro uso da cirurgia é estético, ou seja, para ajudar mulheres que têm problemas de autoestima associados ao volume acentuado das mamas.

Quando Considerar a Mamoplastia Redutora?

Aconselho considerar essa cirurgia plástica em dois casos. O primeiro é quando surgirem os problemas descritos acima, ou seja, quando o tamanho das mamas começa a prejudicar o funcionamento pleno do corpo no dia a dia. É preciso um diagnóstico preciso para identificar essa causa e consequência e planejar a cirurgia.

O segundo é quando a pessoa não se sente bem com o tamanho grande dos seios e quer diminuí-los por uma questão estética e de impacto positivo na autoestima.

Quem pode e quem não pode fazer a cirurgia?

É importante que cada paciente consulte o médico cirurgião plástico para avaliar o seu caso. Mas, a princípio, todas as mulheres que compartilham dos mesmos objetivos estéticos e de autoestima acima estão aptas à cirurgia. Alguns quadros podem ser impeditivos, portanto, ressalto: é importante consultar-se com o cirurgião para uma avaliação precisa e o melhor encaminhamento. Não tire conclusões precipitadas sobre o seu caso.

Escolhendo o seu cirurgião plástico

Uma vez que você se identificou com as necessidades descritas acima e pretende realizar a redutora, vem o passo mais importante de todos: escolher o seu cirurgião.

Sempre opte pelos e pelas profissionais membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), especializados na área e que tenha, ao mesmo tempo, experiência comprovada e constante atualização.

Por esse se tratar de um passo importante para a sua saúde e autoestima, é fundamental que você entre em contato com o cirurgião ou sua clínica. Por ser consciente dessa importância, tenho o maior prazer de atender, esclarecer todas as dúvidas e compartilhar a minha experiência para tranquilizá-la e dar ainda mais segurança na sua decisão.

Inclusive, se for o caso de ter dúvidas sobre a mamoplastia redutora, pode entrar em contato direto comigo pelo WhatsApp.

A Consulta

A consulta é um momento de ouro de todo o processo que envolve a mamoplastia redutora. É nela que esclarecemos todas as dúvidas, que a paciente tem a oportunidade conhecer melhor a mim, minha filosofia de trabalho e a minha experiência e, ainda, ter o melhor preparo possível para um procedimento tranquilo e uma recuperação bem-sucedida. A confiança e a parceria que é consolidada na consulta é indispensável para o sucesso do procedimento.

Aqui vão algumas perguntas importantes que você pode e deve fazer durante a consulta:

  • Essa cirurgia é indicada para o meu caso?
  • Qual técnica é recomendada para o meu caso?
  • Minha cirurgia será realizada em que local?
  • Quais os riscos e complicações associados a este procedimento?
  • Para que a cirurgia tem o melhor resultado possível, o que eu preciso fazer?
  • Como é a recuperação e quanto tempo ela dura?
  • Vou precisar de ajuda dos meus familiares nesse período? O que preciso falar para eles me ajudarem na recuperação?
  • Como devo esperar que fique minhas mamas após esse procedimento?

A Cirurgia

Basicamente, a mamoplastia redutora consiste na incisão da mama e da retirada de gordura, pele e tecido mamário excedente. Depois, é feito o reposicionamento da mama e a diminuição da dimensão da aréola. Por fim, damos os pontos e aplicamos a cola cirúrgica para finalizar o procedimento.

O tipo do corte e, consequentemente, a cicatriz produzida dependerão de cada tipo de mama. Geralmente é utilizado o T invertido, que usa como referência a área limítrofe da aréola e a parte de baixo das mamas. Mas outros tipos de incisões, como a periareolar (que se limita à auréola) podem ser utilizados também em menor parte dos casos.

A cirurgia demora de duas a três horas e geralmente é feita com anestesia geral. A depender do tamanho dos seios e da área a ser abordada, a anestesia pode ser peridural associada com geral.

Cicatrizes

No geral, as cicatrizes são bem discretas; umas mais que outras. No entanto, cada corpo é um corpo e, além das condições físicas da paciente, a experiência do cirurgião vai definir qual técnica terá o melhor resultado, incluindo a cicatriz mais discreta.

No caso da mamoplastia redutora, o tipo de cicatriz depende do tipo de incisão que será necessária para o resultado desejado, na maior parte das vezes o T invertido com cicatriz periareolar associadas.

Quanto custa a mamoplastia redutora?

É importante ressaltar que procedimentos cirúrgicos, que envolvem diversos fatores e para o qual a experiência do cirurgião é determinante, os valores são definidos junto ao paciente após uma criteriosa avaliação médica.

Esse valor é definido de acordo com a experiência do cirurgião, os objetivos específicos da paciente e sua condição física. Seria até injusto com as pacientes “tabelar”, previamente, um preço. Cada caso é um caso e precisa ser avaliado com critério, cuidado e atenção individual para o melhor custo-benefício para cada paciente.

Cuidados Pré-Operatórios

No dia anterior. É recomendado tomar banho com sabonete antisséptico, depilar com cuidado a região (se for o caso), fazer refeições leves e, antes da cirurgia, um jejum de 8 horas, incluindo líquidos.

No dia da cirurgia.

De novo, tomar banho usando sabonete antisséptico, usar roupas leves e fáceis de vestir, evitar maquiagens, cosméticos e joias e levar, em uma bolsa, seus itens pessoais para o centro-cirúrgico:

  • Sutiã cirúrgico que usará após a cirurgia;
  • Meia elástica anti trombose;
  • Exames pré-operatórios;
  • Outros itens de uso pessoal.
  • Qualquer outra dúvida, pergunte antes ao médico.

Atenção: Se você ingere algum medicamento de uso regular, não deixe de informá-lo ao cirurgião para uma orientação correta.

Pós-Operatório

É indispensável que, para o melhor resultado, o paciente siga as nossas instruções à risca.

Para todas as cirurgias, recomenda-se uma série de cuidados, como:

  • Nos primeiros dias, evitar dirigir e ficar em repouso;
  • Restringir os movimentos dos braços por 20-30 dias;
  • No primeiro mês após a cirurgia, usar apenas o sutiã pós-cirúrgico;
  • Evitar exercícios físicos nas primeiras semanas;
  • Dormir de barriga para cima por algumas semanas;
  • Proteger a região de exposição solar;
  • Manter o acompanhamento médico.

A definição de quantos dias de restrição para cada atividade é dada pelo médico. Mas, em média, a recuperação do pós-operatório gira em torno de 20-30 dias.

Recuperação

A recuperação é relativamente tranquila, observando sempre as restrições de movimento aliada às orientações médicas e o acompanhamento. A depender de cada caso, as limitações podem ser maiores e o apoio de outros profissionais pode se fazer necessário. Mas é raro.

Resultados

O resultado do efeito da diminuição mamaria em si é praticamente imediato. E, com uma recuperação de sucesso, ou seja, fazendo tudo certinho, a cicatrização tende a ser ótima e, em algumas semanas, a paciente pode desfrutar plenamente do resultado da cirurgia.

Outra grande vantagem do procedimento é que seu resultado é de longo prazo e, com o acompanhamento do cirurgião ao longo dos anos, a paciente desfrutará dos seus benefícios por tempo prolongado.

Conclusões

Portanto, a mamoplastia redutora é a cirurgia de redução do tamanho das mamas e atende a mulheres que têm problemas de autoestima diretamente associados ao volume acentuado delas ou que sofre de alguns problemas físicos decorrentes dessa condição, como dor nas costas e no pescoço ou a coluna curvada.

Como em toda cirurgia plástica, os resultados obtidos e a cicatrização dependem de vários fatores, sendo o maior deles os cuidados no pós-operatório.

Após a cirurgia, os cuidados se resumem a restrições de movimento, acompanhamento médico e, em alguns casos, a combinação com alguns remédios. Como toda cirurgia, oferece riscos. Mas, com a tecnologia de hoje, os casos adversos são bem raros e os benefícios obtidos por minhas pacientes desse procedimento são perenes e fazem valer a pena os sacrifícios e cuidados envolvidos no pré e pós-operatório.

membro da sociedade brasileira de cirurgia plástica
 Associação Brasileira de Cirurgiões Plásticos
Olha o carinho dos meus pacientes...

O Dr Guilherme foi extremamente atencioso desde o momento que nos conhecemos até após a cirurgia. Extremamente profissional e dedicado, procurando fazer sempre o melhor para seus pacientes. Fico muito feliz e agradecido por ele ter me proporcionado a liberdade que sempre desejei. Aqui deixo meus agradecimentos e desejo que outros possam ter sua liberdade concretizada assim como eu. Que seu profissionalismo e dedicação continue trazendo felicidades para todos aqueles que a buscam. Muito obrigado Dr.

Lucca Miranda

Fiz a cirurgia de mastectomia através do SUS e não tenho o que reclamar, atendimento muito bom do doutor Guilherme e agora com 36 dias os resultados estão bem positivos. Do processo todo fiquei bem surpreso por não sentir muita dor e ter sido tudo bem tranquilo, nunca tinha passado por uma cirurgia, porém após conhecer o médico senti segurança e diminuiu minhas inquietações com essa cirurgia que esperei por anos. Ainda parece que estou vivendo um sonho. Não vejo a hora de poder ir para a praia e viver plenamente esses resultados.

Kairosa

Super indico dr Guilherme ele é maravilhoso nas explicações,prestativo com seus pacientes só tenho agradecer. muito sucesso dr Guilherme.

Rubi Folha

Dr Guilherme é muito atencioso e atendeu a todas as minhas expectativas! É

Ana Carolina Zschornak da Silva

Para você que mora no interior de SP, em outro Estado ou em outro País, agendamos e realizamos seu acompanhamento online até próximo da cirurgia.

Feito por MedicosSites

whatsapp Agende aqui sua consulta